De onde acessam?

Seguidores

sexta-feira, 31 de julho de 2015

Ataque político ao Instituto Lula

Por volta das 22h desta quinta-feira (30), a sede do Instituto Lula, em São Paulo, foi alvo de um ataque político com artefato explosivo. O objeto foi arremessado contra o prédio do Instituto de dentro de um carro. Felizmente, não houve feridos.
O Instituto Lula já comunicou as polícias civil e militar, o secretário de Segurança Pública do Estado de S.Paulo e o ministro da Justiça, e espera que os responsáveis sejam identificados e punidos.
--
José Chrispiniano/Gabriella Gualberto
Assessoria de Imprensa
Instituto Lula
55 11 2065-7022 / 99563-0286
www.institutolula.org
twitter.com/inst_lula
facebook.com/lula

quarta-feira, 29 de julho de 2015

Sucesso do Mais Médicos e do Bolsa Família resulta de amplo processo de discussão social

O sucesso dos programas sociais do governo brasileiro, como o Mais Médicos, não nasceu por mágica. Resulta de um diálogo constante com a sociedade, da escuta atenta das demandas da população, afirmou a presidenta Dilma Rousseff nesta terça-feira (28), ao lançar a plataforma Dialoga Brasil, em cerimônia realizada com várias entidades sociais no Teatro Plínio Marcos da Fundação Nacional de Artes (Funarte) de Brasília.
O Dialoga Brasil apresenta 14 temas e 80 programas prioritários do governo federal para que a população proponha melhorias nas políticas públicas e na vida dos brasileiros e brasileiras. Para a presidenta Dilma, essa resposta é fundamental para a formatação e o aprimoramento de programas.
“Eu dou o exemplo do Mais Médicos. Ele começa basicamente porque havia uma grande reclamação no nosso País a respeito da assistência básica à saúde. Nós sabíamos que o Brasil estava tendo um problema [nessa área], não só nas pequenas cidades, mas nas capitais, nas regiões metropolitanas, na parte em que a população do País vive a exclusão”, comentou.
Dilma Rousseff lembrou que o Brasil tinha, antes do programa, uma das menores taxas do mundo de médicos por habitante e o governo percebeu que não haveria condição de formar médicos e atender a população, “porque a prevenção da doença era algo necessário ontem”.

domingo, 31 de maio de 2015

"Direitos negados" será lançado no RJ

O livro 'Direitos Negados - um retrato da luta pela democratização da comunicação', recentemente publicado pelo Centro de Estudos da Mídia Alternativa Barão de Itararé, será lançado no Rio de Janeiro no dia 11 de junho. Na atividade, agendada para às 18h30, na Livraria Antonio Gramsci (Rua Alcindo Guanabara, 17, térreo - Cinelândia) a Secretária-Geral do Fórum Nacional pela Democratização da Comunicação e organizada da obra, Renata Mielli, participará de um debate com o professor da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) Marcos Dantas e o cientista político Theófilo Rodrigues.
O valor do livro é de R$ 30 e poderá ser adquirido no evento.

sexta-feira, 1 de maio de 2015

DILMA NO 1º DE MAIO - COMPARTILHEM!



<iframe width="560" height="315" src="https://www.youtube.com/embed/kt3elIvle9Y" frameborder="0" allowfullscreen></iframe>

<iframe width="560" height="315" src="https://www.youtube.com/embed/sFqra2efPnA" frameborder="0" allowfullscreen></iframe>

<iframe width="560" height="315" src="https://www.youtube.com/embed/DJ58NuRobx0" frameborder="0" allowfullscreen></iframe>

quinta-feira, 30 de abril de 2015

Massacre no PR: Presidente da Comissão de Direitos Humanos vai ao Paraná

Diante do massacre promovido pela Polícia do Estado do Paraná contra os professores, o Presidente da Comissão de Direitos Humanos da Câmara dos Deputados, deputado federal Paulo Pimenta (PT-RS), foi chamado pela Central Única dos Trabalhadores (CUT) e representantes dos manifestantes para ir até a cidade de Curitiba apurar os casos de violência. O parlamentar está nesse momento em deslocamento e chegará à capital paranaense ainda na noite de hoje (29).
O deputado Pimenta informou que já entrou em contato com o gabinete do Governador Beto Richa pedindo providências para que cessem os ataques. Pimenta disse ainda que violações serão denunciadas aos órgãos competentes.
De acordo com informações, há mais de 140 pessoas feridas. Embora garantida pela Constituição Federal, o direito à manifestação dos cidadãos foi combatido pela Polícia com o uso de balas de borracha, bombas e gás lacrimogêneo.  O protesto é contra o projeto de lei que altera as regras de contribuição de aposentadoria dos servidores estaduais.  Mais cedo, a Comissão de Direitos Humanos emitiu nota de repúdio sobre os atos de violência da Polícia Militar do Paraná.
NOTA PÚBLICA
A presidência da Comissão de Direitos Humanos e Minorias da Câmara dos Deputados repudia veementemente o tratamento dado pela Polícia do Paraná aos professores do Estado e manifesta a eles toda solidariedade.
Sem qualquer justificativa plausível, os agentes de segurança pública estão promovendo um ataque, não só com gás, mas com balas de borracha atiradas a esmo, cassetetes e cachorros. Tudo com muita violência, colocando as pessoas em risco de morte.
Os mais de cem feridos até agora, e todos os cidadãos presentes, são vítimas de inúmeras violações de direitos humanos. Não apenas ao direito legítimo de protesto, mas à integridade física e à vida.
A manifestação contra o saque que se pretende efetivar contra a previdência dos servidores é o exercício de um dos mais elementares direitos democráticos. Qualquer decisão tomada hoje pela Assembleia Legislativa manchada de sangue é, além de ilegal e inconstitucional, ilegítima.
Fotos/Arquivo: Agência Câmara
GABINETE DEPUTADO FEDERAL PAULO PIMENTA
Jornalista Responsável: Fabrício Carbonel - Mtb 14.264
Assessoria de Imprensa: 61.8168.1313
Email: imprensa.paulopimenta@gmail.com
Site: http://paulopimenta.com.br/

terça-feira, 14 de abril de 2015

Carta de BH: "Regula a mídia, Já!"

Do site do FNDC:
Com a participação ativa de 682 inscritos, o 2º Encontro Nacional pelo Direito à Comunicação (ENDC) aprovou, na tarde deste domingo (12/4), a Carta de Belo Horizonte. O documento reafirma a luta pela democratização da comunicação como pauta aglutinadora e transversal, além de conclamar as entidades e ativisitas a unirem forças para pressionar o governo a abrir diálogo com a sociecidade sobre a necessidade de regular democraticamente o setor de comunicação do país.
Rosane Bertotti, coordenadora geral do Fórum Nacional pela Democratização da Comunicação (FNDC), comemorou o resultado do evento, que reuniu ativistas, estudantes, militantes, jornalistas, estudiosos e pesquisadores da comunicação, representantes de entidades e coletivos e autônomos de todo o Brasil. "Nosso encontro mostrou que a luta por uma comunicação democrática, inclusiva, plural está mais ativa e é mais necessária do que nunca. E mais do que isso, que os movimentos estão dispostos a cobrar do governo que paute essa questão a coloque na agenda dos debates estratégicos para o país".

quarta-feira, 1 de abril de 2015

CLOACA NEWS em furo jornalístico: EXCLUSIVO – JUSTIÇA FEDERAL DECRETA PRISÃO DE DIRETORES DO GRUPO RBS



postagem Aqui

Nas primeiras horas desta quarta-feira, em Brasília, o juiz Marco Ioffer Jahr Macieira, da 28ª Vara da Justiça Federal da 1ª Região (DF), expediu mandado de prisão preventiva contra todos os integrantes do Conselho de Administração do Grupo RBS, além dos membros da Diretoria Executiva daquela corporação. Agentes da Polícia Federal já estão voando até a capital gaúcha para cumprir a ordem judicial. A medida cautelar foi solicitada pelo Ministério Público Federal, por meio da Promotoria de Defesa da Ordem Tributária (Pdot).
Os procuradores formularam o pedido baseados nos relatórios consolidados da Operação Zelotes, da Polícia Federal. A ação, realizada no último dia 26, desbaratou um esquema criminoso bilionário que causava o sumiço de débitos tributários, desfalcando os cofres públicos. As fraudes ocorriam no Conselho Administrativo de Recursos Fiscais (Carf), órgão da Fazenda onde contribuintes podem contestar administrativamente – ou seja, sem passar pela Justiça – certas tributações aplicadas pela Receita. A força-tarefa descobriu a existência de empresas de consultoria que vendiam serviços de redução ou desaparecimento de débitos fiscais no Carf. Tais consultorias tinham como sócios conselheiros ou ex-conselheiros do Carf. Elas conseguiam controlar o resultado dos julgamentos via pagamento de propinas. O esquema de sonegação seria um dos maiores já desvendados no país, e envolve valores que chegam a R$ 19 bilhões. Segundo a Polícia Federal, já foram comprovados prejuízos de cerca de R$ 6 bilhões. De acordo com a investigação, a RBS teria efetuado o pagamento de R$ 15 milhões para fazer desaparecer um débito de mais de R$ 150 milhões. No total, as investigações apontam que os débitos da RBS com o Fisco chegam a R$ 672 milhões, em valores não corrigidos.
Informado do mandado de prisão, o advogado do Grupo, senador Lasier Martins (PRBS), ainda tentou demover o juiz de sua decisão, prometendo ao magistrado, como recompensa, uma caixa com salames coloniais e uvas premiadas de Caxias do Sul.

A chegada dos agentes federais à sede da RBS, no bairro Azenha, em Porto Alegre, está prevista para as 12h, a tempo de ser noticiada ao vivo no Jornal do Almoço, edição de hoje, 1º de abril.

POSTADO POR CLOACA NEWS

Quem somos nós

Quem somos nós
Um casal a beira de um ataque de nervos

NAVEGAR É PRECISO, VIVER NÃO É PRECISO